segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

TÁXIS FLUTUANTES EM TEL AVIV

   Não, o trânsito de Tel Aviv não é tão caótico como o de muitas cidades brasileiras, nem o ar tão poluído como na maioria das metrópoles mundiais, mas o Governo do Estado de Israel prepara-se para oferecer ao mundo mais uma daqueles sugestões que só poderiam mesmo ser implantadas na mais inovadora nação do mundo.

Táxis flutuantes de Tel Aviv não terão condutores

   Em meados de 2014 Tel Aviv começará a construir o que promete ser o meio de transporte mais moderno e de fácil massificação já criado. O SkyTran é o primeiro monotrilho de levitação magnética que foi desenvolvido com tecnologia espacial no Space Ames Research Center da NASA e criado em conjunto com a empresa norte-americana SkyTran.

    Os designers do projeto em TelAviv, Israel, asseguram que os passageiros poderão pedir um táxi através
de uma página na internet ou um aplicativo de celular, que o preço de sua passagem será mais barato que o de um táxi convencional e que, com a implantação de painéis solares, ele se tornará o meio de transporte mais ecológico do mundo.

  Resolver a questão do transporte nas cidades de hoje e do futuro parece ser uma das maiores preocupações de engenheiros e urbanistas. Ao redor do mundo não tem faltado criatividade para propor soluções tecnológicas, práticas e/ou ecológicas, como os táxis ecológicos que usam lítio, o Personal Rapid Transit de Abu Dhabi e o trem de levitação magnética, criado recentemente no Japão.

    No entanto, nenhum destes novos meios de transportes foram massificados, principalmente devido ao seu alto custo. O SkyTran poderá mudar isso.

   Este moderno modelo de transporte foi proposto pela primeira vez em 1990 pelo inventor Douglas Malewicki. É um sistema de Personal Rapid Transit (PRT) que contempla pequenos veículos para quatro passageiros e não necessita de um condutor, pois seu movimento é automatizado. Graças ao eletromagnetismo, estes veículos em forma de cápsulas, são suspensos sobre as ruas através de um sistema de trilhos de levitação magnética passiva.

  Segundo seus criadores, o SkyTran possui um sistema de infraestrutura tão simples que requer investimento muito baixo em comparação com os trens ou metrôs tradicionais, garantindo sua popularização. O custo de implantação do SkyTran é estimado em U$ 9 milhões por quilômetro, em comparação com U$ 100 milhões para um sistema de metrô rápido e U$ 20 milhões para pistas para ônibus.

    Além disso, por ser concebido para poucos passageiros, sua comodidade competiria diretamente com os automóveis, desincentivando seu uso. Graças a essas características, o CEO da SkyTran, Jerry Sanders, afirma que “somos os PRT mais sofisticados no mercado e também os menos custosos, mais verdes e eficientes”.

Informações e reservas diretamente no smartphone

INÍCIO DAS OPERAÇÕES

    Em TelAviv, tanto o município como o Governo de Israel investiram para construir um primeiro monotrilho de 6,5 quilômetros de comprimento, com um custo aproximado de 50 milhões de dólares. Os monotrilhos estarão a 6 metros acima das ruas, as paradas de embarque foram colocadas a uma distância de cerca de 400 metros e, ao aproximar-se a cada estação, o táxi passará por uma plataforma secundária, sem interromper o tráfego.

     A construção da primeira seção em TelAviv levará cerca de 18 meses e, uma vez em operação, ainda que a velocidade máxima seja de 241 km/h, os engenheiros alertam que as condições reais da cidade o seu deslocamento deve ser muito mais lento. No entanto, as autoridades locais estão confiantes de que os problemas de tráfego diminuirão.

     No projeto inicial, cada cápsula é carregada com energia, no entanto, posteriormente o monotrilho será equipado com painéis solares. Assim, o táxi SkyTran tornar-se-á o transporte público mais ecológico no mundo.

Estações seguras e totalmente automatizadas

VEJA ALGUNS VÍDEOS
Visão geral do sistema flutuante de transporte a ser implantado em Tel Aviv
Simulação visual do sistema em operação
Reportagem sobre os Táxis Flutuantes de Tel Aviv
.


Sem comentários:

Enviar um comentário